Grande Ambulatório do Câncer em São Paulo SP

Inauguração do serviço na unidade integra Rede Hebe Camargo de Combate ao Câncer e recebeu investimentos de R$ 47 mi

A zona sul da capital recebeu nessa sexta-feira, 22, o mega-ambulatório do Hospital Heliópolis. O governador Geraldo Alckmin inaugurou o novo serviço de oncologia, que integra a Rede Hebe Camargo de Combate ao Câncer.

 

 

A unidade recebeu investimentos de R$ 47 milhões e passará a realizar atendimentos de combate ao câncer de cabeça e pescoço, neurologia, gastroenterologia, coloproctologia e ginecologia.

 

Composta por 40 consultórios voltados para o atendimento clínico-oncológico, a unidade poderá prestar atendimento a cerca de 30 mil pacientes por mês quando estiver operando em plena capacidade.

 

“É um serviço completo de oncologia, que vai atender a região sul e metropolitana de São Paulo. A Rede Hebe Camargo integra 71 serviços de saúde e o próximo [hospital] será na Baixada Santista”, adiantou o governador.

 

O ambulatório mantém uma área dedicada ao tratamento à base de quimioterapia, composta por 19 poltronas para aplicação do medicamento, com capacidade de realizar aproximadamente 10 mil sessões por ano.

 

A unidade também terá um serviço de apoio diagnóstico e terapêutico, composto por um PET-CT (tomografia computadorizada por emissão de pósitrons), a mais moderna tecnologia para rastreamento de tumores.

 

Além disso, o novo serviço vai contar com outros dois tomógrafos, dois aparelhos de raio X convencional, uma ressonância magnética, um aparelho de raio X telecomandado, um mamógrafo, um aparelho radiodiagnóstico odontológico e um aparelho de densitometria óssea.

 

Alckmin destacou que a implantação do mega-ambulatório no Hospital Heliópolis reforça a oferta de saúde na região. “Temos na região o Hospital Mário Covas, em Santo André, e Serraria, em Diadema. Agora o Hospital Heliópolis é também uma referência importante para toda a região do ABC.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*